Financiamento estudantil: descubra as vantagens para a sua instituição de ensino

O financiamento estudantil ajuda muitos estudantes a conquistarem o sonho de completar uma graduação. Porém, não são apenas eles que são beneficiados. As instituições de ensino particulares que apostarem no financiamento também receberão benefícios.

Afinal, aumentar o número de alunos e receber em dia são alguns dos pontos importantes para as faculdades privadas, que querem se manter ativas. Tudo isso pode ser conquistado por meio da adesão ao financiamento estudantil.

Descubra os benefícios e veja as vantagens que o financiamento pode oferecer para a sua instituição de ensino!

O que é o financiamento estudantil?

Trata-se de um empréstimo que o estudante contrata para poder pagar as mensalidades do curso universitário. No geral, pode ser realizado por uma instituição financeira qualquer. Contudo, no caso da graduação, há a possibilidade de adquirir o financiamento estudantil por meio do Fies, que é ligado ao governo federal e oferece melhores taxas de juros.

Para quem não conhece, o Fies é o Fundo de Financiamento Estudantil e é administrado pelo Ministério da Educação (MEC).

Quando uma pessoa é aprovada em determinada faculdade e no Fies, os recursos do governo são usados para pagar a mensalidade do estudante à instituição de ensino privada. Depois disso, quando o aluno terminar a graduação, ele passa a pagar para o governo o valor que foi gasto.

Existe também o financiamento estudantil privado, que funciona como um tipo de empréstimo pessoal. Nesse caso, a instituição financeira é quem repassa o valor da mensalidade para a faculdade. A dívida do estudante passa a ser com o banco. O financiamento pode ser parcial ou integral e os contratos são semestrais ou anuais.

Vantagens da universidade aderir ao financiamento estudantil

As universidades que decidem realizar parcerias e receber alunos do Fies, por exemplo, só têm a ganhar. Descubra algumas vantagens oferecidas pelo financiamento estudantil.

Maior número de alunos

Toda instituição que quer crescer precisa pensar em aumentar o número de alunos. O financiamento estudantil ajuda a tornar isso uma realidade.

Por meio dele, até mesmo estudantes que não possuem condições de arcar com os custos de um curso universitário privado conseguem se tornar alunos dessas universidades. Assim, a procura por vagas aumenta e, consequentemente, a instituição também.

Atender mais classes sociais

Com a facilidade de conseguir um financiamento estudantil, a instituição de ensino privada acaba atingindo a um público que antes era praticamente inatingível. Afinal, há cursos que são tão caros que só pessoas das classes A e B conseguiriam arcar. Graças ao financiamento, pessoas com menor poder aquisitivo também podem se juntar ao grupo discente dessas instituições.

Receber na data certa

Todo mundo sabe que a inadimplência resulta em problemas para qualquer tipo de negócios e para as instituições de ensino isso não é diferente. Se os estudantes começam a atrasar as mensalidades, a instituição não tem como pagar os custos de manutenção física, nem a folha de funcionários.

Assim, podemos considerar como um dos benefícios do financiamento estudantil o pagamento em dia. Como o dinheiro sai do governo ou da financeira direto para a faculdade, não há atrasos.

Além de ampliar o número de estudantes, a instituição deve se preocupar em melhorar o desempenho deles. Veja como fazer isso em cinco passos.



Deixe uma resposta