Conheça os 6 principais indicadores de desempenho de instituição de ensino

Fazer uma instituição de ensino crescer depende de diversos fatores e exige cuidado e comprometimento de toda a equipe. Junto com o planejamento, um dos processos fundamentais de toda gestão educacional é o monitoramento de resultados dos indicadores de desempenho. 

Sem esses indicadores, é possível que a equipe se sinta perdida, sem saber se está, de fato, desenvolvendo um bom trabalho. E mesmo que não exista esse tipo de insegurança na equipe, a verdade é que os indicadores são a única maneira de avaliar objetivamente os resultados da instituição de ensino. 

Quer descobrir o que são os indicadores de desempenho de instituições de ensino e como eles podem ajudar você a crescer? Continue lendo este artigo e confira alguns dos indicadores mais importantes! 

O que são os indicadores de desempenho? 

Comuns na gestão de todo negócio, inclusive fora da área de educação, os indicadores de desempenho são métricas objetivas que apontam os resultados da instituição levando em consideração algum fator. 

Não à toa, raramente levamos apenas um indicador de desempenho em consideração: os indicadores são avaliados em conjunto e podem apontar caminhos que a instituição podem tomar para reverter um problema ou melhorar ainda mais a qualidade de ensino.

 Vale lembrar que esses indicadores apontam métricas de diversas áreas, que podem incluir a área pedagógica, o setor financeiro e até mesmo o operacional. Abaixo, confira alguns dos indicadores de desempenho mais importantes para instituições de ensino. 

1. Média de notas dos estudantes 

As médias dos estudantes são um indicador forte da qualidade de ensino da instituição. Caso o quadro de médias em uma disciplina ou o desempenho geral esteja muito abaixo da métrica, quer dizer que há alguma coisa de errada no ensino. 

É necessário identificar a possível origem desse problema e repensar os métodos de ensino, ou até mesmo identificar se a dificuldade está relacionada a um professor em específico.

2. Número de alunos evadidos

Igualmente, se há um índice anormal de estudantes que evadiram, provavelmente há algum problema que precisa ser solucionado o quanto antes. Analisando os dados, é possível identificar se a evasão foi em uma disciplina específica e o histórico dos alunos que trancaram o curso. 

Essas informações precisam ser usadas para repensar detalhes sobre o formato de negócio da instituição de ensino. Se a evasão é muito alta, talvez exista um problema com o valor da mensalidade, por exemplo.Outras estratégias também devem ser traçadas visando melhorar os resultados. 

3. Índice de captação de alunos

Esse é um dos indicadores de desempenho mais importantes, e podem ajudar a instituição a saber se ela precisa de mais esforços na captação, por exemplo. Esse indicador também pode ajudar a fazer previsões dos próximos semestres, verificando se é possível receber tantos novos estudantes. 

4. Frequência dos professores

Tão importante quanto a frequência dos alunos, a dos professores também deve ser avaliada pela instituição. Se há um número de faltas e atrasos acima da média, é preciso verificar o porquê isso está acontecendo e se é possível alinhar melhor a questão junto aos professores. 

Faltas recorrentes de vários profissionais pode indicar insatisfação com o ambiente de trabalho, e essa é uma questão que precisa ser tratada com cuidado pela instituição. Uma boa gestão educacional exige capacidade de negociar e conversar francamente com os profissionais. 

5. Fluxo de caixa 

Ter um controle detalhado sobre o fluxo de caixa vai permitir que a instituição de ensino também avalie um dos indicadores de desempenho mais importantes. Afinal, se há algo de anormal na organização financeira do estabelecimento, é muito possível que ele passe por problemas a médio e longo prazo. 

É preciso usar esse indicador para diagnosticar problemas graves na gestão financeira e pensar em estratégias para driblar problemas relacionados. 

6. Taxa de inadimplência 

Olhar para a taxa de inadimplência assusta qualquer gestor, e não à toa. Porém, esse também é um dos indicadores mais importantes e merece atenção especial de toda a equipe. Monitorar esse indicador garante que a questão da inadimplência não vire um problema ainda maior para a instituição. 

Além disso, é preciso definir estratégias claras para lidar com essa questão, principalmente se ela está se tornando crônica. Identificar exatamente quem são são devedores e quanto eles estão devendo é o primeiro passo.

Como um software de gestão educacional pode ajudar sua instituição de ensino? 

Agora que você já sabe alguns dos indicadores de desempenho mais importantes para instituições de ensino, deve estar se perguntando como manter o controle de todos eles. A verdade é que fazer isso sem um sistema de gestão educacional é extremamente difícil. 

Sistemas de gestão educacional eficientes, como o da GVdasa, permite que você mantenha em um único lugar a gestão de todos os setores da instituição de ensino, desde o financeiro até a área pedagógica. Além disso, o sistema armazena todos os dados essenciais, como o histórico financeiro e de evasão, e entrega para você dados concisos e exatos. 

Com toda a disponibilidade de dados, o gestor consegue fazer uma avaliação rotineira dos indicadores de qualidade e pode trabalhar ainda mais focado em estratégias e entrega de resultados. 

E então, o que achou desses indicadores de desempenho para instituições de ensino? Se você gostou das dicas e quer descobrir ainda mais sobre gestão educacional eficiente, nos siga através das redes sociais e acompanhe o blog para receber ainda mais conteúdos!



Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.