Habilidades socioemocionais: qual a nota da sua equipe nessa matéria?

O nosso mundo não é mais o mesmo e a tendência é que continue mudando. É o curso da vida. Mas, com mudanças tão rápidas e imprevisíveis, as instituições de ensino estão falando cada vez mais sobre as habilidades socioemocionais. E não é só em sala de aula. Gestores também estão cientes da necessidade de estimular esse lado mais subjetivo da nossa inteligência. Será que estamos preparados?

O que são habilidades socioemocionais?

As habilidades socioemocionais são um conjunto de competências desenvolvidas a partir da Inteligência Emocional. O desenvolvimento das habilidades socioemocionais diz sobre como a pessoa se relaciona consigo mesma e como se relaciona com os outros e os estímulos externos.

A Inteligência Emocional é diferente da Inteligência Cognitiva. Enquanto nesta avalia-se o coeficiente de inteligência (QI), ou seja, o lado intelectual e lógico do cérebro, na primeira estamos falando do QE (quoeficiente emocional), que fala sobre como lidamos e compreendemos nossas emoções.

São 3 as grandes habilidades desenvolvidas a partir da inteligência emocional:

  • Emocionais: habilidades ligadas à forma como reagimos internamente ao que somos expostos, como lidar com perdas, autoconfiança e responsabilidade.
  • Sociais: é como lidamos com o que é externo, como senso de colaboração, boa comunicação, resolução de conflitos, etc. 
  • Éticas: capacidade de reconhecer ações para o bem comum tal qual respeito às diferenças.

Todas essas habilidades devem ser estimuladas, pois fazem com que o futuro do aluno tome formas diferentes, visto que ele lidará consigo e com seu ambiente de forma otimizada. 

Por que habilidades socioemocionais são tão importantes para o futuro da educação?

A maneira de medir o quoeficiente emocional é mais complexa do que a maneira com que se mede o quoeficiente intelectual. Isso dado à subjetividade do assunto. De forma geral, nas instituições de ensino, as habilidades socioemocionais acabam ficando mais apagadas que as habilidades lógicas. É só olharmos para as formas de avaliação de alunos.

No entanto, depois de tantas mudanças na educação, o desenvolvimento das habilidades socioemocionais tende a ficar em voga, sob os holofotes. E existem motivos para isso.

Segundo especialistas, o período de isolamento pelo qual passamos pode ser comparado a um trauma pós-guerra. Muita coisa mudou e o mundo já não é mais o mesmo. Hoje em dia temos que lidar com distanciamento que provocou um ensino mais centrado no aluno, readequação da comunicação da instituição de ensino, reformulação do papel do professor, reorganização das finanças. São muitos desafios!

 A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) prevê que essas habilidades sejam estimuladas e avaliadas. Mas será que esse estímulo ao desenvolvimento vale somente dentro da sala de aula?

Como gestores de instituição de ensino podem desenvolver habilidades socioemocionais em sua equipe?

Toda a comunidade acadêmica deve desenvolver suas habilidades socioemocionais. Professores, coordenadores, alunos, responsáveis e, claro, as equipes administrativas e os seus respectivos gestores também.

Se a educação de crianças e jovens mudou, a forma de adultos profissionais desenvolverem-se em empresas também modificou bastante. E essa mudança, depois da pandemia, tende a intensificar-se ainda mais. Segundo a professora e escritora Tonia Casarin, o profissional do futuro (futuro que já chegou) deve saber lidar com tudo, saber de tudo um pouco, já que as áreas técnicas tendem a estar cada vez mais automatizadas.

Como os gestores de instituição de ensino devem estimular o desenvolvimento das habilidades socioemocionais dos seus grupos? Algumas formas são:

  • Estimular o autoconhecimento: cada membro da sua equipe deve conhecer-se muito bem para entender quais são seus limites, inclinações e vontades. Aplicar o teste das 16 personalidades é algo lúdico e interessante.
  • Promover atividades que dispensem a técnica: leituras que não tenham aplicabilidade diária e concreta, mas que falem sobre gestão, resolução de conflitos etc
  • Convocar a equipe para interagir com a equipe pedagógica: como professores e coordenadores estão de olho nas últimas tendências em desenvolvimento socioemocional, demande de sua equipe administrativa ou de marketing que ela se intere mais sobre o assunto e faça apresentações sobre o mesmo.
  • Lembrar que as habilidades que devem ser visitadas e revisitadas falam sobre: atenção, foco, criação, coragem, colaboração, ética, liderança., pensamento crítico, resiliência entre outros.

O futuro já chegou e demanda pessoas habilitadas a resolução rápida de problemas. Desenvolva as habilidades socioemocionais consigo e estimule o time todo. A educação só tem a ganhar!



Deixe uma resposta