Dicas para atrair e reter alunos no ensino superior

O cenário educacional brasileiro é de competição acirrada. São milhões de estudantes em busca de uma boa instituição de ensino superior disputados por milhares de IES. Por isso, as organizações devem ter estratégias para atrair e reter estes alunos . Mas como fazer um potencial candidato optar pelo seu estabelecimento de ensino? Apenas chamar a atenção dele não basta: você precisa fornecer informações consistentes que o ajudem a fazer uma escolha consciente pela sua IES – o que pode ter bons reflexos na retenção, com o estudante desejando continuar e completar o curso na universidade pela qual optou.

Outra consideração importante é que a chamada “geração Z”, altamente conectada, está chegando ao ensino superior. Assim, as IES que ainda não estão preparadas para interagir com estes jovens – pessoas que se relacionam pelas redes sociais e valorizam muito a presença ativa nas plataformas digitais – devem se adequar a esta realidade se desejam continuar a ser competitivas e atrativas para este público.

Confira algumas dicas que podem ser úteis para ajudar sua IES a se destacar entre as outras instituições no mercado.

1- Comunicação integrada e clara é fundamental

Antes de qualquer outra coisa, sua IES precisa ter seus processos de comunicação e de marketing bem integrados. Todos os seus departamentos devem ‘falar a mesma língua’ para evitar ruídos e equívocos que possam afastar um possível aluno. Uma equipe afinada provê informações consistentes com segurança e esclarece as dúvidas com objetividade, seja online ou no balcão da secretaria.

 

2- Sua presença online deve ser relevante para os estudantes

UsDicas para atrair e reter alunos no ensino superiore sua presença online para se tornar relevante antes mesmo do processo seletivo. Ofereça em seu site bons conteúdos, atualizados e que contemplem o que o futuro aluno pode estar interessado em saber. Tente, também, responder às perguntas mais comuns de quem está escolhendo um curso superior. O que a universidade oferece? O que ela exige? Como é o processo de seleção? Quanto custa o curso? Como conseguir uma bolsa? Há outros tipos de financiamento?  Quem são os professores? Pessoas que já passaram pela instituição a recomendam? Que atividades extracurriculares são oferecidas? Informações que vão além  questões acadêmicas – por exemplo, sobre mercado e perspectivas profissionais – trazem mais valor para o futuro aluno. Deixe bem claros os pontos fortes da sua IES, além da qualidade do ensino, e aposte no que a universidade considera que a destaca das outras.

 

3- Relacionamento é peça-chave

A conquista do aluno já começa quando ele busca informações na internet sobre a universidade. Um site desatualizado, sem interface mobile, com informações incompletas ou que sejam difíceis de serem localizadas, somado à ausência da instituição nas redes sociais ou com referências ruins desestimulam um primeiro contato, empurrando o potencial candidato para outras IES.

Depois, quando este candidato se transforma em um estudante na sua instituição de ensino superior, o esforço de relacionamento continua. Afinal, é preciso que ele complete o curso e, quem sabe, se interesse em continuar a estudar até na mesma instituição. Para permanecer, o aluno precisa ter a percepção de que vale a pena fazer o curso e sentir-se atendido e, pra isso, a instituição precisa transmitir o valor da educação O aluno deve, por exemplo, saber o que fazer ou a quem se dirigir no caso de eventuais dificuldades (sejam elas financeiras, sociais ou ligadas ao processo de ensino e aprendizagem), ter conhecimento e acesso a tudo que a universidade oferece. Lembre que os pontos fortes da sua IES serão constantemente colocados à prova e devem satisfazer o aluno, motivando-o a continuar seus estudos.



Deixe uma resposta