Conheça a importância da boa relação entre professor e aluno

Uma coisa é certa: se você quer aumentar a qualidade do ensino da sua instituição precisa apostar nas melhores soluções de aprendizagem. No entanto, para manter o bom desempenho dos alunos é necessário que, além do conhecimento, eles construam boas relações com a instituição e, principalmente, com os professores, com quem lidam de forma direta e que contribuem para seu aprendizado diariamente.

A figura do professor dentro da sala de aula é fundamental para auxiliar o desenvolvimento dos alunos, guiá-los e incentivá-los na busca pelo conhecimento. E além do próprio interesse, é também a partir da maneira de ensinar do educador que o aluno pode ou não sentir-se mais receptivo a aprender o conteúdo. Por isso, ressaltamos: é importante que, além da preocupação com o ensino em si, o professor construa um bom relacionamento com os seus alunos.

Para refletir sobre isso, propomos um exercício: você já parou para pensar como é o comportamento dos docentes da sua instituição? Se as atitudes deles em sala de aula (e também fora dela) estão de acordo com o perfil da instituição? Isso é um trabalho que pode ser antecipado pelo setor de Recursos Humanos, já na entrevista pré-contratação.

Afinal, é preciso que o profissional cative cada vez mais os alunos pois, em geral, o maior contato que o estudante tem é com o professor e ele se torna a imagem da instituição. Sendo assim, oriente os seus profissionais para agir de acordo com os princípios da instituição e acompanhe as suas ações, assim você consegue detectar e prevenir qualquer problema.

Existem diversas atitudes que eles podem adotar no dia a dia para melhorar (e manter cada vez melhor) a relação com os alunos. Então, confira outras condutas que o professor precisa ter para conquistar seus alunos:

 

Estabeleça uma relação de confiança

Faz toda a diferença estabelecer uma relação de confiança com o aluno. Assim, os alunos têm mais disposição para aprender e os professores se sentem mais motivados para aprimorar seu processo didático. Comece, então, pela transparência. Deve haver clareza e transparência no estabelecimento dos critérios avaliativos e na apresentação do plano de aula. Assim os alunos saberão exatamente o que esperar em relação às notas e podem se organizar para as tarefas.

 

Construa um ambiente agradável e aberto a dúvidas

Outro ponto importante nessa relação é o ambiente. Procure construir um espaço aberto a questionamentos, que potencialize o aprendizado em conjunto, sem proibir perguntas ou curiosidades. Os alunos precisam estar confortáveis para expressar suas dúvidas, críticas ou comentários. Ao agir dessa maneira, você estimula o espírito de grupo e pertencimento da turma.

 

O diálogo é a base para qualquer relação

Mesmo que todos os quesitos levantados sejam de extrema importância para a relação professor-aluno, o que mais pesa é o diálogo. Independentemente da personalidade do aluno ou do professor, é preciso estar aberto a conversar. Por isso, cada tarefa deve vir acompanhada de explicações sobre sua importância e também sobre seus propósitos educacionais, permitindo ao estudante compreender ao máximo sua função.

Ou seja, um bom diálogo pode prevenir possíveis discussões e falta de entendimento. Então, anote aí: o diálogo é o melhor retorno que o professor pode dar ao aluno – e ainda previne problemas em sala de aula. Faça o possível para ter um convívio saudável com os seus alunos.

Hoje em dia existem recursos como o GVmobile que, além de facilitar o processo de aprendizado dos alunos, garantem mais facilidade e agilidade para importantes tarefas dos professores – digitação de conteúdos, frequências e observações, melhorando a eficiência das rotinas docentes e também impactando positivamente a relação professor-aluno.

 

Contate a GVdasa, conheça melhor o GVmobile e as outras soluções que oferecemos e saiba tudo que podemos fazer pela sua instituição de ensino.



Deixe uma resposta