Como o Learning Analytics ajuda na avaliação dos alunos EAD

O ser humano avalia – e reavalia – todas as áreas de sua vida constantemente. Desta forma, evitamos cometer erros óbvios, tomamos decisões importantes de uma maneira mais racional e otimizamos o nosso tempo. Este princípio, que se aplica muito bem às nossas rotinas acadêmica, profissional e pessoal, funciona também em qualquer negócio – incluindo uma instituição de ensino.

O Learning Analytics consiste em um sistema de avaliações que visa o aumento da qualidade do ensino à distância. Por meio de uma tecnologia de análise de dados, ele traça os perfis de comportamento

individuais dos alunos virtuais – possibilitando, assim, ações corretivas que proporcionem um melhor processo de aprendizado, o aumento do desempenho e a redução da evasão acadêmica.

O Censo EAD.br 2010, publicado pela Associação Brasileira de Ensino à Distância (ABED), afirma que a evasão é o maior obstáculo para o crescimento do ensino à distância no Brasil. A reorientação do processo de aprendizagem, a partir dos dados coletados no Learning Analytics, possibilita a personalização do ensino e o aumento da sua qualidade. Assim, fortalece-se também a relação entre o aluno e a instituição de ensino.

 

Como funciona?

O Learning Analytics coleta, analisa e distribui os dados de cada aluno. A interpretação desses números permite que o gestor da instituição observe quais conteúdos geram o maior número de interações, identifique quais as áreas de maior facilidade e fraqueza de cada aluno e o modo com que ele interage com os conteúdos e, até mesmo, com outros alunos e professores. É um raio-x completo do trabalho realizado nos ambientes digitais.

 

Com ele, é possível desenvolver uma alternativa educacional customizada – privilegiando os pontos fortes de cada um e reforçando os conteúdos onde o aluno demonstra fragilidade, alcançando uma formação mais uniforme e completa no final do curso. Além disso, a personalização do ensino favorece o bom relacionamento entre instituição e acadêmicos, aumentando a satisfação e humanizando este processo educacional intermediado pelas máquinas.

 

O futuro da sua instituição de ensino a partir da métrica de dados

A ementa de qualquer curso precisa ser reavaliada e adequada com frequência. Quando falamos de cursos à distância, então, esta periodicidade é ainda mais importante. Afinal, toda a metodologia idealizada depende da tecnologia para o seu melhor funcionamento – e os dispositivos renovam-se com frequência, trazendo ao mercado alternativas mais inteligentes que devem ser incorporadas à sua instituição.

Neste aspecto, o Learning Analytics representa uma economia de tempo e recursos na obtenção de dados para o início de um novo planejamento. É possível realizar grande parte do estudo a partir daquilo que os estudantes atuais já enfrentam e, ainda, adequar itens pontuais do seu cronograma atual ao longo do período letivo. É a tecnologia a serviço da organização da sua instituição.

 

Analytics como gestão de conteúdos

É possível, ainda, estabelecer uma relação direta entre os dados coletados pelo Learning Analytics e o conteúdo acessado pelos seus alunos. Todo estudante tem maior ou menor interesse por determinadas áreas. A tecnologia pode gerar, automaticamente, links com conteúdos adicionais para cada um destes casos. Por consequência, há a melhora de desempenho dos alunos e uma maior influência da instituição no resultado final do processo de aprendizado.

Quando o aluno não comparece fisicamente à IE, o seu vínculo com a instituição de ensino tende a se tornar mais frágil, comparado ao encontrado no ambiente acadêmico tradicional. Por isso, o Learning Analytics se torna essencial para aqueles que desejam nutrir o seu relacionamento com o corpo de estudantes.

 

Monitoramento no Blended Learning

E o seu uso não se limita ao que conhecemos por EAD. O Analytics pode ser empregado com muito sucesso em sistemas de aprendizagem híbridos, ou Blended Learning, fornecendo informações valiosas sobre as atividades dos alunos no ambiente online para fortalecer o ensino offline. Ou seja: o educador pode aproveitar o tempo das aulas presenciais para complementar, tirar dúvidas e maximizar o potencial de aprendizado dos alunos desta modalidade.

É importante ressaltar que uma avaliação desta amplitude em ambientes tradicionais demanda muito tempo e investimento. Com o auxílio da tecnologia, é possível oferecer apoio e suporte para cada aluno individualmente – ampliando o relacionamento, vínculo e, portanto, tempo de permanência na IE. E, é claro, atingir o objetivo principal de qualquer instituição de ensino: a qualidade da formação de seus alunos.

 

Entre em contato com a GVdasa e saiba tudo que podemos fazer pela sua instituição de ensino.



Deixe uma resposta